Oitavos de Final da Liga dos Campeões: Grandes jogos em Perspectiva

09 dezembro, 2013


Luís Figo ditou sortes bem diferentes para FC Barcelona e Real Madrid nos oitavos de final da Liga dos Campeões. Célebre pela polémica transferência dos blaugrana para os merengues em 2000, o antigo internacional português, embaixador da final da prova, que se realizará no Estádio da Luz, a 24 de maio de 2014, tirou as bolas referentes aos dois gigantes de Espanha, “determinando” assim um duelo escaldante entre o FC Barcelona e o Manchester City: a par do Arsenal - Bayern de Munique, este será o confronto mais aguardado.

Já ao Real Madrid saiu o Schalke 04, teoricamente um dos adversários mais acessíveis em competição. Esta é, de resto, a estreia do Manchester City nestas andanças. Apesar de ser por estes dias um tubarão do futebol europeu a equipa comandada por Manuel Pellegrini nunca havia conseguido passar a fase de grupos. Foi bem sucedido este ano, terminando no segundo lugar do Grupo D. Uma oportunidade para Pellegrini tentar equilibrar um pouco o saldo frente aos blaugrana, claramente desfavorável: em 22 embates, venceu apenas quatro, todos ao comando do Villarreal, empatando outros quatro.

Do Grupo D vem ainda uma das equipas que protagonizam o outro grande jogo da ronda: o Bayern Munique, de Pep Guardiola. Apesar deter sido derrotado pelo Manchester City, na última jornada da fase de grupos, o campeão europeu terminou em primeiro e encontra agora o Arsenal, que não teve a mesma sorte no Grupo F: ao serem derrotados, em Nápoles, os gunners perderam a liderança para o Borussia Dortmund, perdendo também o estatuto de cabeças de série no sorteio. Azar dos azares, saiu-lhes a maior fava.

Além do reencontro entre José Mourinho e Drogba, o sorteio ditou ainda outro confronto entre portugueses: o Olympiacos de Paulo Machado, carrasco do Benfica, vai tentar contrariar o favoritismo do Manchester United de Nani. Já o Paris SG, que venceu o grupo dos encarnados, defrontará o Bayer Leverkusen. As equipas que deixaram o FC Porto para trás também terão de ultrapassar dois ossos muito duros de roer: o Atlético de Madrid irá enfrentar o AC Milan, que sofreu bastante para se apurar, enquanto ao Zenit São Petersburgo calhou o Borússia de Dortmund, vice-campeão em título.

A Alemanha chegou ao topo da Europa em número de presenças na fase a eliminar da Liga dos Campeões. Nas últimas três edições da prova, os clubes alemães são, a par da Espanha, os que mais vezes estiveram representados nos oitavos de final. Tanto os emblemas alemães como os espanhóis somam nove presenças nos “oitavos” destas últimas três épocas, seguindo-se a Inglaterra com oito e a Itália com seis.

Bayern Munique (três vezes) Borussia Dortmund (2), Schalke (2) e Bayer Leverkusen (2) são os clubes alemães que ultrapassaram a fase de grupos nas citadas três edições, comprovando a saúde financeira e desportiva de uma liga em crescimento – traduzido também com a presença em finais: o Bayern Munique esteve em três das últimas finais da Liga dos Campeões e o Borússia Dortmund numa. Os dois clubes disputaram a última final, com vantagem para os bávaros, por 2-1.

O domínio alemão é um fenómeno relativamente recente, uma vez que, se tivermos em conta um contexto mais alargado, verificamos que Espanha e Inglaterra eram os grandes dominadores. Foi apenas a partir da edição de 2003/2004 da Champions League que passaram a ser 16 os clubes a transitar da fase de grupos para a fase eliminar, ou seja, que a prova começou a ter oitavos de final. Desde então disputaram-se 11 edições, contabilizando-se 37 presenças de clubes ingleses e 34 de espanhóis na fase eliminatória.

A Itália e a Alemanha surgem num segundo grupo, com 29 e 23 presenças, respetivamente, seguindo-se, no que podemos considerar como um terceiro grupo, a França (17 presenças) e Portugal (10). Em contraponto como grande salto dos clubes alemães, verifica-se ao mesmo tempo uma queda acentuada dos emblemas italianos, que esta época têm apenas o AC Milan nos oitavos de final, quando na época passada tiveram apenas AC Milan e Juventus.

Em 11 épocas, o FC Porto chegou oito vezes aos oitavos de final, tantas quantas o Inter de Milão – e são dois emblemas a fechar um “pelotão” de dez que, neste contexto, se destacam dos restantes europeus. Arsenal e Real Madrid são os únicos totalistas, ou seja, os que ultrapassaram a fase de grupos em todas as 11 edições em questão. Barcelona, Chelsea, AC Milan e Bayern Munique chegaram 10 vezes aos oitavos (pelo menos), enquanto Manchester United e Lyon o fizeram em nove ocasiões. Quanto às últimas três edições, os únicos clubes a conseguir sempre o apuramento foram apenas cinco: Real Madrid, Barcelona, Arsenal, Bayern Munique e Milan. Para além do FC Porto, também o Sporting (2008/2009) e o Benfica (2011/2012) chegaram aos oitavos desde 2003/2004.

1ª mão da Liga dos Campeões 2013/2014

18 fevereiro de 2014
Manchester City - Barcelona
Bayer Leverkusen - Paris SG

19 de fevereiro de 2014
AC Milan - Atlético de Madrid
Arsenal - Bayern Munique

25 de fevereiro de 2014
Olympiacos - Manchester United
Zenit São Petersburgo - Borussia Dortmund

26 de fevereiro de 2014
Galatasaray - Chelsea
Schalke - Real Madrid

2ª mão da Liga dos Campeões 2013/2014

11 de março de 2014
Atlético de Madrid - AC Milan
Bayern Munique - Arsenal

12 de março de 2014
Barcelona - Manchester City
Paris SG - Bayer Leverkusen

18 de março de 2014
Chelsea - Galatasaray
Real Madrid - Schalke

19 de março de 2014
Manchester United - Olympiacos
Borussia Dortmund - Zenit São Petersburgo

Redes Sociais

Acompanhe o Aposta X no Twitter
Conheça a página do Aposta X no Facebook

Página Inicial

0 comentários:

Enviar um comentário

Home - Aposta X

 

Aposta X - Futebol e Apostas Online